Os impactos da tecnologia nos métodos de pagamento

Como será que reagiriam nossos antepassados ao perceber que o escambo deu lugar ao pix? No artigo de hoje, faremos uma passagem pela história que nos trouxe às relações de compra e venda que temos atualmente. Vem conferir!


O poder de um clique


O papel moeda pode já parecer ultrapassado para quem opera todas as relações de comércio através de alguns cliques, mas em comparação às barras de ouro e moedas de prata, é um grande avanço. A humanidade levou muito tempo para expandir territorialmente suas relações de compra, para nós que compramos e vendemos para o outro lado do mundo, essa distância só é medida pelo tempo de espera pela mercadoria. Se antes os falsificadores tinham o trabalho de falsificar metais e mais tarde notas, hoje eles devem passar pela aferição de Inteligências artificiais projetadas para flagrá-los.


Mesmo aqueles que tiveram o último contato com a nota de 1 real, já se acostumaram com as facilidades do pix, cartão, boleto digital, débito automático etc. Já existem lugares onde não precisamos nem mesmo de uma atendente para fazer compras, ou precisamos suportar as intermináveis filas dos bancos.


O papel da tecnologia nos meios de pagamento


É possível constatar que a tecnologia é responsável por criar os maiores incentivos à compra do século XXI, as pessoas abandonaram os talões de cheques e carnês para se apoiar nas parcelas de cartões de crédito e os investimentos deram lugar à criptomoeda.


Apesar dos sistemas de recompensas (cashback) e as carteiras digitais terem surgido ainda no fim do século passado, eles definitivamente conquistaram seu lugar entre a população geral nas últimas décadas. Nunca foi tão fácil movimentar o dinheiro e dar diferentes funções a ele através de apenas um aplicativo. Pagamentos através de biometria, senhas curtas e até reconhecimento facial tornaram as relações de comércio simples e proveitosas para ambos os lados.


Há pouco tempo, precisávamos nos deslocar até uma loja física para encontrar um produto, e esperar na fila do caixa para finalmente efetuar a compra, hoje nosso nível de praticidade e comodidade aumentou. Precisamos apenas demonstrar qualquer interesse por um produto e ele virá até nós, seja por um anúncio, um vídeo ou um post. E quando chegamos no site, o cadastro do cartão leva menos tempo que a escolha do produto em si, e se quisermos poupar ainda mais tempo é só gerar uma chave pix e pagar através de sua carteira digital.


Isso sem mencionar que podemos acoplar qualquer método de pagamento ao celular. Ao gerar um simples QR code é possível pagar qualquer valor no débito ou crédito usando apenas a câmera de leitura da sua carteira digital.


Uma grande facilitadora para pagamentos através do celular é a tecnologia NFC que surgiu em 2002, e agora após sua distribuição, permite que tenhamos nosso cartão direto no celular ou até mesmo que paguemos a passagem do ônibus apenas encostando o aparelho na leitora.


O que podemos esperar?


O cartão de crédito ainda é o método mais comum de realizar pagamentos, tal como o boleto bancário, ainda assim a carteira digital subiu de posição, e já está entre os mais utilizados. Juntando isso ao surgimento das NFTs (Token não fungível) que possibilitam um mundo ainda mais virtualizado e digital, e ao Metaverso logo a circulação e existência do dinheiro físico será desnecessária e talvez até exinta, dando lugar a transações cada vez mais práticas, rápidas, simples e tão incorporadas ao nosso cotidiano quanto um celular.



E você, está preparado para toda essa inovação? Se gostou desse artigo você provavelmente vai se interessar em saber como é A Detecção de Fraudes em Cartões de Crédito! Não esquece de curtir esse post e comentar qual seu método de pagamento preferido, e compartilhe com aquele amigo que ainda não desapegou dos cheques. Até a próxima!💜📱💳